quinta-feira, 30 de março de 2017

Policial Civil adventista, conta seu testemunho, promoção aqui ou no céu.


Meu nome é Roney, sou policial civil em Minas Gerais desde 2009, em meados de 2013 passei por uma provação de fé e isso me amadureceu muito, vou compartilhar com vocês. Em minha instituição é necessário que passemos por um curso de aperfeiçoamento policial como requisito obrigatório para qualquer promoção na carreira, ou seja, sem o curso o policial fica estagnado.
Por isso precisei fazer um curso de aperfeiçoamento policial na Academia de Polícia Civil, eu então soube que a prova final seria num sábado, assim como sempre foi nos anos anteriores. De pronto oficiei a coordenação de curso pedindo para marcarem a prova em outro dia ou me permitirem fazer em horário alternativo e afirmei com todos argumentos qual era a razão de minha fé. Resultado... nem responderam o ofício...
Permaceci com fé que Deus devia ser honrado, e orientado por um advogado entrei na justiça com um mandado de segurança pedindo a garantia desse direito de liberdade religiosa.
Fiquei impressionado com o teor dá petição feita pelo advogado que nem era cristão, ele usou inúmeros textos bíblicos para respaldar a guarda do sábado, além de fazer o embasamento constitucional desse direito.

O juiz concedeu uma liminar, no dia da prova lá cheguei com a decisão em mãos, entrei sozinho numa sala e fiquei lá meditando em tudo isso que vivi e em como dessa vez eu me sentia feliz em testemunhar, foi quando Diretor da Acadepol bateu da porta da sala, ele quis vir me conhecer, pegou em minha mão, disse poucas palavras, e o papel que eu tinha em mãos  mostrava que existia autoridades muito maiores que ele na terra (juiz) e no céu (Deus), olhei no olho dele muito grato a Deus, olhar firme e seguro, ele só disse "Então você é o Roney ... " Eu disse sim, eu sou." Ele despediu e saiu.
Fiz a prova e acertei 28 das 30 questões. Por fim minha lição aprendida é que temos que confiar, e ao testemunhar a fé não podemos nos esconder, assim como os jovens que estiveram diante da fornalha o mundo precisa saber que O Deus que servimos é maior em seus propósitos. 

Roney Vilaça
Investigador de Polícia Civil

2 comentários:

Se necessitar contato direto deixe e-mail para retorno. Obrigado pela participação.